Publicado Online: 01 de julho de 2020

CrossMark_faixa.png

Terapia Neural: uma opção de tratamento em pacientes oncológicos

Bruna Aparecida Lima Gonçalves, Leonardo Rocha Vianna, Camila de Castro Andrade

RESUMO A Terapia Neural é um tratamento de origem russa e alemã que consiste na utilização de anestésicos locais em baixas concentrações, como a procaína. A procaína é um anestésico sintético descoberto em 1905. Sua utilização foi sendo aprofundada na Alemanha no início do século XX pelos irmãos Huneke. Estudos mostram que além das funções anestésica, anti-inflamatória, antimicrobiana a procaína também tem também ação antitumoral. Atualmente há uma maior aproximação tutor – animal, o que tem feito com que os cães e gatos sejam incorporados no âmbito familiar e desta forma aumentou a longevidade dos animais e por consequência a incidência de neoplasias em animais de companhia também aumentou nos últimos anos. Uma situação que traz vários problemas subjacentes, como as síndromes paraneoplásicas e o stress compartilhado com a família. Atualmente o câncer é uma das principais causas de óbito em cães e gatos. Estudos mostram que a procaína pode produzir desmetilação de DNA e reexpressão de genes supressores de tumores e por isso pode ser uma opção terapêutica ao paciente oncológico. A oncologia veterinária vem se destacando com novas abordagens. Hoje se observa uma maior eficiência dos tratamentos sejam eles isolados ou associados com outras práticas. O objetivo desse trabalho é mostrar que a Terapia Neural pode ser uma opção de tratamento ao paciente oncológico.

PALAVRAS-CHAVE: anestésicos locais, atividade antitumoral, câncer, longevidade, procaína

         https://doi.org/10.29327/multi.2020014 (registrando DOI)

MALQUE Publishing

©2018-2020 by MALQUE Publishing