Publicado Online: 16 de fevereiro de 2020

CrossMark_faixa.png

Pseudocaule residual da bananicultura para produção de biocombustível

Caio Henrique Ungarato Fiorese, Rafael Almeida de Freitas, Renata Paulino Belone, Otoniel de Aquino Azevedo,

Gabrielli Machado Bindeli, Gilson Silva-Filho

RESUMO No Brasil, a banana está presente em todo o território e, em razão de sua alta produção, também é grande o volume de resíduos gerados. Dentre tais resíduos, destaca-se o pseudocaule que, quando não descartado ou aproveitado corretamente, contribui com impactos ambientais. Objetivou-se com este trabalho verificar o potencial energético do pseudocaule e a viabilidade de sua utilização como biocombustível sólido. Conclui-se que o pseudocaule possui características que viabilizam sua utilização como combustível sólido, tem potencial energético e é uma alternativa sustentável comparada a outros combustíveis.

PALAVRAS-CHAVE: banana; biomassa; resíduos

         https://doi.org/10.29327/multi.2020007

1200px-DOI_logo.svg.png

MALQUE Publishing

©2018-2020 by MALQUE Publishing