MALQUE Publishing

©2018-2019 by MALQUE Publishing

Publicado Online: 22 de dezembro de 2019

CrossMark_faixa.png

Óleo mineral como medicamento potencialmente inapropriado na medicina veterinária

Marcos Vinícius de Souza, Núbia Estéfane Gomes Botelho, Andréia Almeida Mendes, Maycon José Batista,

Paulo Gabriel Pereira da Silva Júnior, Maria Larissa Bitencourt Vidal

RESUMO Esta revisão demonstra que existe alta correlação de pneumonia lipídica com a utilização de óleo mineral. Objetivou-se alertar os clínicos veterinários dos eventuais riscos ao se optar pela utilização de óleo mineral, e eventualmente do azeite de oliva, principalmente nos lactentes ou como prevenção e/ou tratamento para os quadros de tricobezoáres e/ou constipação. A pneumonia lipídica é uma inflamação intersticial crônica proliferativa que afeta o parênquima pulmonar, resultante principalmente da aspiração (falsa via) de material lipídico para a árvore traqueobrônquica, sendo esta a forma mais comum em cães e gatos. A pneumonia lipídica em neonatos ou em animais que estão fazendo o uso de óleo mineral sempre deverá ser considerada no diagnóstico diferencial de pneumonia de evolução prolongada sem respostas ao tratamento com antimicrobianos, antifúngicos, antivirais ou antiparasitários. Apesar de a pneumonia lipoide ser uma condição pouco comum, ou sub diagnosticada, sua apresentação clínica e radiológica é geralmente inespecífica e sua apresentação clínica é variável, podendo ser desde uma pneumonia aguda, crônica ou a forma localizada.

PALAVRAS-CHAVE: dogs; constipation; false pathway; cats; internal medicine

         https://doi.org/10.29327/multi.2019026

1200px-DOI_logo.svg.png