MALQUE Publishing

©2018-2019 by MALQUE Publishing

Publicado Online: 10 de novembro de 2019

CrossMark_faixa.png

Inserção de sedimentos na qualidade da água e a interferência na taxa fotossintética do fitoplâncton em açudes/barragens

Elson de Sousa Fonseca Filho, Edson Evanílson Pereira Melo, Gabriela Brito de Souza, Antônio Pereira Júnior

RESUMO O deslocamento de sedimentos totais para os corpos hídricos lênticos como, por exemplo, nos açudes/barragens, pode ocorrer por ações antrópicas ou climáticos, que alteram a dinâmica biológica fitoplanctônica. O objetivo dessa pesquisa foi efetuar uma análise quantiqualitativa entre a inserção de sedimentos na qualidade da água e a interferência na taxa de fotossíntese do fitoplâncton em açudes/barragens. O método aplicado foi o de revisão sistemática, com abordagem dedutiva a partir de interpretações verdadeiras. Os dados obtidos e analisados indicaram que os açudes/barragens interferem na qualidade da água devido a inserção de sedimentos. Houve também a indicação de que as erosões, assoreamentos, ações antrópicas e intemperismos, promovem o carreamento deles, substâncias tóxicas e metais pesados, para os corpos hídricos. Logo, a sedimentação é um fator com alto grau de impacto sobre a qualidade da água, pois eleva a turbidez, dificulta a incidência luminosa, e consequentemente, interfere de forma negativa na produção primaria da comunidade fitoplanctônica e na normalidade do potencial hidrogeniônico.

PALAVRAS-CHAVE: ação antrópica; ecossistemas; intemperismo

         https://doi.org/10.29327/multi.2019022

1200px-DOI_logo.svg.png