MALQUE Publishing

©2018-2019 by MALQUE Publishing

Publicado Online: 14 de setembro de 2019

CrossMark_faixa.png

Glicerol não refinado na alimentação de bovinos de corte em confinamento

Italu Santos Silva, Fabiano Almeida Vargas, Arthur Felipe Diniz Magalhães, Julia de Sousa Lima, Jhonatan Lafaete Freitas Lourenço,

Letícia Oliveira Xavier, Romário Mendes dos Santos, Lorena Martins Oliveira, Isabela Silva Fonseca, Eduardo Rodrigues de Carvalho

RESUMO A produção mundial de biodiesel tem crescido nos últimos anos com o intuito de diminuir a dependência do uso de combustíveis fósseis, fazendo com que o glicerol não refinado, o qual é um subproduto da indústria do biodiesel, também aumente a sua oferta e se torne uma opção viável como fonte de energia na substituição de alimentos energéticos tradicionais (cevada, milho e sorgo) em rações de bovinos de corte em confinamento. Objetivou-se neste trabalho de revisão abordar alguns aspectos sobre o potencial de uso do glicerol não refinado como ingrediente primário nas rações de bovinos de corte em confinamento. A compilação de vários artigos encontrados na literatura indicou que a substituição parcial de grãos e cereais pelo glicerol não refinado não afetou o desempenho animal, características da carcaça e qualidade da carne de bovinos de corte terminados em confinamento.

PALAVRAS-CHAVE: biodiesel; desempenho; energia; ração; subproduto; substituição

         https://doi.org/10.29327/multi.2019019

1200px-DOI_logo.svg.png