Publicado Online: 29 de agosto de 2019

CrossMark_faixa.png

Energias renováveis: energia solar fotovoltaica e energia eólica

Raissa Jennifer da Silva de Sá, Isabelle Brasil Félix, Milla Cristina Santos da Cruz, Laura Luiza Rosa de Souza, Antonio Gabriel Sales de Souza,

Giselle Cristine Melo Aires

RESUMO A produção de energia está diretamente relacionada com as questões do desenvolvimento econômico da humanidade, surgindo com a revolução industrial através da aplicação de máquinas a vapor no sistema de produção. Neste contexto, surgem a necessidade de aprimoramento e expansão dos meios de produção por matrizes renováveis, ou seja, a geração de energia por meio da luz solar e dos ventos. Para dar suporte a esse crescimento, faz-se necessário estudos no âmbito nacional com o intuito de produzir e disponibilizar informações confiáveis sobre possíveis locais para a implantação dos recursos eólicos em todo o território nacional. A discussão aprofundada dos impactos socioeconômicos dessas tecnologias tem ganhado espaço e torna-se ainda mais intensa e importante nos períodos de baixo crescimento econômico. A energia eólica, embora esteja associada a benefícios ambientais significativos como a mitigação da emissão de substâncias nocivas à atmosfera, existem outros aspectos ligados com a preservação do ambiente que não podem ser negligenciados. Os impactos ambientais gerados em empreendimentos de aproveitamento solar fotovoltaico estão estreitamente relacionados à sua localização, às características físico-climáticas do local de implantação e às características dos ecossistemas locais. Do ponto de vista socioeconômico, cresce a geração de renda e emprego em locais carentes de desenvolvimento, por ser mais afastado dos grandes centros urbanos. Logo, é indispensável a implantação de energia oriunda do sol e do vento, não somente por diminuir os impactos ao meio ambiente, mas, também, por ser uma fonte de geração de energia limpa, além de contribuir para o desenvolvimento sustentável.

PALAVRAS-CHAVE: desenvolvimento sustentável; eco-inovação; energia limpa; impactos socioeconômicos

         https://doi.org/10.29327/multi.2019018

1200px-DOI_logo.svg.png

MALQUE Publishing

©2018-2020 by MALQUE Publishing