MALQUE Publishing

©2018-2019 by MALQUE Publishing

Publicado Online: 29 de outubro de 2018

CrossMark_faixa.png

A inclusão do profissional fisioterapeuta na área de saúde do trabalhador: uma revisão integrativa

Daniela Castro de Melo, Monaliza Natalia Lucas, Sara Sabrina Vieira Cirilo, Renata de Sousa Rocha, Gabriela Sávia Sousa Reis,

Renner Gomes de Castro, Anderson de Sousa Escórcio

 

RESUMO Objetivou-se com este artigo revisar a literatura acerca dos benefícios da atuação fisioterapêutica na saúde do trabalhador. Foram incluídos 11 estudos para elaboração do trabalho, os quais retratam a atuação fisioterapêutica na saúde do trabalhador, além de pesquisas em sites de fontes como Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro), Ministério da Previdência Social e Casa Civil da Presidência da República para informações sobre dados estatísticos e leis. É notório que distúrbios osteomioarticulares acarretam aos trabalhadores afastamento das suas funções laborais e consequentemente, gastos dispendiosos com auxílio e perda de mão de obra para os órgãos empregatícios.  Conclui se que após uma intervenção fisioterapêutica, há redução considerável das incapacidades, atuando positivamente na prevenção das doenças ocupacionais.

PALAVRAS-CHAVE: prevenção primária; riscos ocupacionais; transtornos traumáticos acumulativos

         https://doi.org/10.29327/multi.2018017

1200px-DOI_logo.svg.png